Tagged: Poesia

0

O poder literário de “Controverso”

Das histórias que beliscam
Leila Brito
Em Controverso, somos atraídos por Luana Simonini ao seu universo de intrigantes personagens que, carregando em suas ações um discurso mudo a desnudar fatos e acontecimentos da vida real, expressam a sua própria concepção ideológica da questão feminina a se debater no cerne de um quotidiano habitado pelas agruras do sistema patriarcal: “O peso do fracasso a derruba para o lado oposto. Do lado de cá do viaduto, caída no asfalto, ela não tem outra opção senão olhar para o céu. De novo, os filhos invadem suas lembranças. Naquela imensidão escura, sente-se irremediavelmente só”.

0

Do Ano que se esvai na vida eterna do Tempo…

O HAVER Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternuraEssa intimidade perfeita com o silêncioResta essa voz íntima pedindo perdão por tudo– Perdoai-os! porque eles não têm culpa de ter nascido… Resta esse antigo...

1

“Caprichos e Relaxos” de Leminsk

LEMINSK Caprichos e Relaxos não sou o silêncio que quer dizer palavras ou bater palmas pras performances do acaso sou um rio de palavras peço um minuto de silêncios pausas valsas calmas penadas e...

0

Vídeo em Destaque (Leminsk sobre Leminsk)

PAULO LEMINSK ERVILHA DA FANTASIA (1985) Trata-se de um documentário para TV sobre o grande escritor, poeta, tradutor e professor brasileiro Paulo Leminski, realizado em 1985 por Werner Schumann, com edição de Eduardo Pioli...

0

“Evoé Leminski!”

PAULO LEMINSK FILHO LEILA BRITO O poeta “mestiço” Paulo Leminsk Filho nasceu em Curitiba, no dia 24 de agosto de 1944, sob o signo de virgem, filho de família polonesa por parte de pai...

0

Vídeo em Destaque (Manoel de Barros)

Manoel de Barros ANA LUCIA SANTANA O poeta Manoel Wenceslau Leite de Barros, mais conhecido como Manoel de Barros, nasceu no Beco da Marinha, em Cuiabá, Estado do Mato Grosso, no dia 19 de...

0

O poetar de Manoel de Barros (II)

Manoel de Barros: sem margens com as palavras CÉLIA SEBASTIANA SILVA Cont. … O GOZO DE RE-CRIAR O UNIVERSO Um aspecto da poesia barreana que demonstra uma evidente evolução das outras obras para Retrato...

0

O poetar de Manoel de Barros (I)

Manoel de Barros: sem margens com as palavras CÉLIA SEBASTIANA SILVA Resumo: este artigo pretende mostrar como o poeta Manoel de Barros exerce o poder de criar, por meio do discurso poético, um universo...

0

Indulto

EUCLIDIANO De ti recordo o roçar inquieto dos trigais amarelos as gotas da chuva de verão brilhando ao sol os tons felizes do arco-íris fazendo festa no céu o salto da estrela cadente riscando...

7

Vídeo da Semana (Adélia Prado)

Com licença poética Quando nasci um anjo esbelto, desses que tocam trombeta, anunciou: vai carregar bandeira. Cargo muito pesado pra mulher, esta espécie ainda envergonhada. Aceito os subterfúgios que me cabem, sem precisar mentir....