Bem-Vinda Presidenta!

Veja também:

25 Comentários

  1. Amei seu comentario. Falou tudo que sinto. Entrei pra PUCmg, Faculdade de Serviço Social, no início de 1967. Muitas amigas e amigos batalharam contra a dita revoluçao. Eu participava mais pelas beiradas, muito jovem e tímida. Mas desde criança, a injustiça (qualquer tipo) me indignava profundamente. Obrigada por colocar os pingos nos IIs. O que recebi, nesta campanha, contra a Dilma, foi o lixo da pior qualidade moral, ética, e até estética. Obrigada pelo seu comentario!… Me sinto lavada de tanta sujeira. E Viva nossa Presidenta(?) DILMA!!! QUE DEUS a abençoe e proteja e lhe de forças pra lutar também contra a corrupçao e a falta de Ética.

  2. Vera Dias disse:

    Leila, ótima comparação, gostei do texto. Também me sinto orgulhosa pela primeira presidente mulher no Brasil suceder ao primeiro presidente operário, e pelo voto popular, essa é a verdadeira vitória da democracia, ainda mais que alcançada por alguém que foi torturada pela ditadura militar. Que ela cumpra seu papel e que nós possamos ajudá-la nisso, grande abraço!

  3. Katia disse:

    Meu coração canta e festeja a vitória de Dilma. Sinto-me legitimamente respresentada junto a maioria do povo brasileiro. Tive medo, muito medo, como se a ditadura não tivesse acabado e seus protagonistas e apoiadores saíssem vivos dos porões para novamente acabar com a alegria e a liberdade. Aquelas mesmas forças incubadas se levantaram descaradamente, ungidas pela velha mídia e revistas, Tradição Família e Propriedade, Opus Dei, guetos direitistas na internet para difamar, aterrorizar. E Dilma com sua alma forjada na luta desde jovem, se manteve serena, íntegra, pois sabia que o momento era outro, que o povo estava com ela e que toda partidarização de canais de tv, da velha mídia e revistas seria desmascarada na tribuna livre, para o bem e para o mal da internet. Ganhou o povo brasileiro, as mulheres, a América Latina .

  4. Walter Hauer disse:

    Leila, de um lado a Dilma, como você descreveu muito bem. Porém, do outro lado uma mulher sorrateira, inflada pela mídia pig, sem preparo em administração, com preconceitos contra ateus, agnósticos, homosexuais e grupos minoritários. Não podemos abandonar a idéia que os $90.000.000,00 noventa milhões numa campanha perdida? E esta bufunfa veio de quem? Esta mulher, quando está entre os mapas das reservas florestais, com os eco associados, ONGs, organisações não gratas, vira um eco general de campo, que vê com naturalidade a expulção da nativada, sem nescessariamente uma indenização ou compensação, sem considerar como parte integrante do MA, isto se repete com quem preservou florestas, para acabarem donos dos mananciais de água, e das exclusivas florestas nativas, depois de anularem por eco decretos-lei “democráticos” os direitos e dignidade de quem preservou. Quanto custou o resto desta operação que queria comprar barato o pré sal, da turma do Serra, a Amazônia já é deles indiretamente, e a Dilma terá que fazer este resgate, e esta puritana com o pig vão se assanhar, e é aí que nós temos atuar com as nossas capacidades. O que fez eu ter certeza do meu voto, foi o tiro de misericórdia que ela deu nos seus inimigos, ao ter coragem de ir, sem nescessariamente ter obrigação, ao último debate, e sair vitoriosa e com os votos de muitos indecisos. Esta coragem é sua grande virtude. Parabéns para todas as mulheres do Brasil! Atrás de uma grande mulher, existe sempre um grande homem.

  5. Presidenta do Brasil Dilma Rousseff

    Pelo seu estilo:
    Determinada, firme, detalhista, exigente, metódica, afável. Ela dará continuidade aos projetos do Lula. Claro, fará isto a seu estilo.

    Pelos seus trages:
    Os seus tailleurs são referência, da sua irreverência e personalidade forte.

    Pelo seu legado:
    O passado foi duro mas deixou o seu legado — Saber viver é a grande sabedoria ― Aceitar suas limitações E se fazer pedra de segurança dos valores que vão desmoronando. Aceitar contradições lutas e pedras como lições de vida e delas servir.

    Pelo seu registro:
    Compromisso de honrar as mulheres brasileiras.

    Sim, Presidenta Dilma Rousseff, LULA é um LIDER apaixonado pela sua gente e demanda a força que brota do povo.

    Sim, Presidenta Dilma Rousseff, A MULHER PODE.

    Querida Leila Brito, valeu a luta.
    Abraços,
    Marilda Oliveira

  6. Maria Regina Ruiz disse:

    Valeu Leila!
    Parabéns por tudo!
    Foi um trabalho árduo, muitas respostas aos medrosos, caluniadores e preconceituosos mas valeu a pena, felizmente.
    Seu texto está brilhante e concordo plenamente.

    Valeu Dilmãe! Depois de tantas piadas, trocadilhos e ofensas com seu nome e sua pessoa é assim que quero chamá-la.
    Você tem duas tarefas: cumprir suas promessas de campanha, na medida do possível, e envergonhar aqueles que apostam no fracasso do Brasil e da democracia.

    Abraços e beijos às duas!!!

  7. Ercília Maria disse:

    Leila,
    Parabéns pela analogia, composta de modo inteligente e sensível.
    Espero que nossa luta pela eleição de Dilma permaneça, ainda, durante seu mandato.
    É preciso que nós, o povo, continuemos a lhe demonstrar apoio para que as mudanças do governo Lula se aprofundem e multipliquem.
    Um abraço.
    Ercília Maria.

  8. Prezada Leila, não me esquecí que em um dos seus ensaios mencionastes a mártir Joana d’Arc; – como resposta a minha colocação, respondestes o texto à seguir que muito me encantou:

    “Quanto à Filosofia, bem que Platão, inspirado pela sapiência da Mitologia reconhecia a mulher como IGUAL, em força intelectual e política, ao homem, mas um dia surgiu o abominável e retrógado Aristóteles para derrubar este conceito, pois seguindo o MACHISMO ditatorial da “Santa” Igreja Católica Apostólica Romana, relegou a mulher ao plano mais baixo e imoral que poderia, atestando sua limitação intelectual e sua sujeira moral, fazendo coro aos fanáticos “Eunucos pelo Reino de Deus” da Igreja (leiam este livro da teóloga alemã Uta Ranke-Heinemann). E daí pra frente se impôs a exploração social (e sexual) da Mulher. Portanto, Aristóteles mereceu, SIM, a fogueira que deram a Joana D ‘Arc, mas como era MACHO morreu glorificado.

    Gostei muito da sua abordagem de Joana D’Arc que, de santa nunca teve nada, pois, foi realmente uma líder na política francesa e uma comandante do mais alto patrão militar. Essa história de que foi santa está vinculada ao fato das autoridades político-eclesiásticas da época terem dado um jeito de usar as leis inquisitórias para dar cabo dela, acusando-a de feitiçaria, só para ficarem livre de sua grande e perigosa (para os dominadores) influência política sobre o povo. Foi, de fato, uma revolucionária.”

    Realmente mestra Leila, Joana D’Arc foi uma líder na política, condenada injustamente pela igreja
    inquisitória à fogueira. Seguindo a Herança Inquisitória, a igreja TENTOU em nossos dias fazer o mesmo com a candidata Dilma Rousseff salva, se não fosse a força do povo com conhecimento da causa, intervir e evitar.
    Abraços,
    Marilda Oliveira

  9. Simone disse:

    Esse texto é pra rir né?O que a Dilma “sofreu” nessa campanha foi com a descoberta de esquemas de corrupcao nos ministérios dela! Atacaram inclusive fisicamente o José Serra e vêm com essa de terem sido “atacados” pela elite?A “elite” que combatem somos nós, a classe média, sempre massacrada com impostos altíssimos (até agora nem um A sobre reforma tributária), trabalhando muito pra pagar tudo que o governo deferia fornecer!Temos uma coisa que incomoda: conhecimento, e não dizemos amém para as mentiras que falam! Espero que a democracia brasileira seja madura suficiente a impedir que nos tornemos mais uma Venezuela na América do Sul, porque a depender do PT eles não largam o osso!

  10. Leila Brito disse:

    Cara Simone…

    Bem-vinda ao Chá.com Letras, pois aqui o direito de opinião é respeitado, muito embora as opiniões possam e devam ser expressadas de forma RESPEITOSA com os autores dos textos aqui publicados (isto é uma exigência minha), o que não foi o seu caso em relação à crítica a esta escritora que assinou o texto – o seu tom foi de deboche e ironia. Pela forma desrespeitosa de se expressar (releia o início do seu texto), você só pode ser eleitora do Serra. Compatibilidade total com os métodos espúrios que ele usou para manipular o eleitor nessas eleições, subestimando a inteligência deles. Por isso ele perdeu, e perdeu FEIO.

    Mas como disse a Presidente Dilma Rousseff em entrevista à Record, o cidadão é livre para usar o controle remoto (mudar de canal de TV) e para ler ou não um jornal. A mesma liberdade, o cidadão tem como leitor de blogs.

    O Chá.com Letras não é um blog político-jornalístico (e nem esta escritora e educadora é petista, pasme! NÃO SOU PETISTA.), e sim um espaço de publicação autoral dedicado à Filosofia, Literatura e Música (veja lá no alto do site). E este artigo foi escrito por uma Professora de Filosofia Política (Leila Brito), e é dedicado a uma brava revolucionária que lutou contra a Ditadura Militar, e foi barbaramente torturada (veja o vídeo ao lado), juntamente com muitos companheiros de luta que foram ASSASSINADOS e DESAPARECIDOS pelos torturadores, tema que, pelo que consta do seu pobre comentário, você desconhece totalmente – lamento pela sua desinformação histórica.

    Sugiro que se informe melhor sobre o tema, lendo bons livros, de autores que viveram o processo de opressão política (pessoas que na década de 60 eram adolescentes e adultos, como esta escritora), e especialmente que ESTUDE o Crime de Assédio Moral, mas faça o estudo direto no Código de Processo Penal – tema do Direito Processual Penal, para então, poder avaliar com COMPETÊNCIA quem cometeu e quem sofreu esse tipo de crime nesta campanha eleitoral. E aí, depois de intelectualmente preparada, formule sua opinião sobre SÓLIDAS BÁSICAS TEÓRICAS, como esta escritora o fez. Entendeu bem?

    Deixo a minha sugestão a você, como educadora que sou.

    Profa. Leila Brito

  11. Leonardo Bastos disse:

    Leila, meus parabéns pelas belas palavras e pela analogia entre Joana D’Arc e Dilma Rousseff,, mas gostaria de fazer um comentário que faltou quando levantaram a voz para a Dilma colocando-a como Terrorista, faltou comentar que o Serra fazia parte de um grupo que assassinou 2 soldados no aeroporto de Guararapes. Isso não o fez mais “macho”, pois fugiu do pais para se deliciar com vinhos chilenos. Foi o Único Presidente da UNE que fugiu do país, isso ele deveria ter vergonha, deixando a Dilma para lutar por ele. Valeu Dilma Presidente.

  12. Com a licença da Profa. Leila Brito, Sr. Leonardo Bastos, apresento-lhe o relatório do deops:
    ― Não houve muita gente interessada em levantar como os serviços de segurança e informação do país avaliavam o papel de José Serra (PSDB), que até 31 de março de 1964 presidiu a UNE (União Nacional dos Estudantes). O que dizem os arquivos do regime militar sobre o candidato da oposição? ― Consultados por Última Instância, as fichas, prontuários e dossiês compilados pelo Deops (Departamento Estadual de Ordem Política e Social ) nos anos 1960 e 1970 – hoje no Arquivo Público do Estado de São Paulo – revelam que, para os órgãos de segurança, Serra também esteve “envolvido em atos de terrorismo” e fazia discursos “extremistas”, conclamando estudantes e trabalhadores para a “revolução”. — Dossiê sobre José Serra no DOPS, contendo resumos de todos os relatórios feitos sobre ele pelos agentes de segurança. (Arquivo Público do Estado de São Paulo) ― Serra também foi julgado, à revelia, pela Justiça Militar, e condenado a três anos de prisão por “fazer publicamente propaganda de processos violentos para a subversão da ordem política ou social”. — Os arquivos do Deops indicam que Serra era acompanhado pelos serviços de segurança antes de mesmo do golpe de 1964. ― Os relatórios registraram a participação do líder estudantil em eventos de solidariedade a Cuba: Serra assinou uma carta de apoio à revolução de Fidel e Raúl Castro, dirigida “ao povo paulista” de 23 de outubro de 1962. — Em 1972, Serra teve seu mandado de prisão revogado por prescrição da pena. ― Serra jamais foi acusado formalmente de terrorismo, mesmo porque sua condenação na Justiça Militar ocorreu em 1966, antes do endurecimento da lei para combater os opositores do regime. ― Na época, a lei de segurança nacional em vigor era de 1953 e ainda não usava o termo “terrorismo”, como fizeram as posteriores (o decreto-lei nº 314, de 1967 e o decreto-lei nº 898, de 1969). — No seu dossiê no Deops, há também relatos sobre eventos, debates e reuniões aos quais ele compareceu até o ano de 1980.(Natalia Viana – 28/10/2010)
    Com respeito,

  13. ana tereza brambila disse:

    Leila, depois de seu texto tão primoroso e brilhante, ia falar de como me sentia. Mas,tive que ler os comentários, claro, e digo o seguinte: senti o mesmo medo da Katia, em um determinado momento, doía em mim, que sabia o passado da Dilma e o que diziam dela, e eu que tanto lutei correndo riscos e vivendo a ditadura, tbém senti e li textos que nem Hitler diria de tão preconceituosos. Vc respondeu à Simone, e ela mesma se diz classe média. E,sem ofensas, mas só pra esclarecer, foi a mesma classe média que apoiou e manteve a ditadura no país e nem tem noção das bárbaries. São pessoas que admiram a elite (podre), e querem chegar a ela. Centradas em si, não sabem o que significa 28 milhões de pessoas que passaram a comer, e que é assim que um dia a violência acaba. A violência não acaba com passeatas, podem acreditar! Encerro, só pq acho que me estendi muito. Obrigada,Leila, pela oportunidade.

  14. DORA disse:

    Ola Leila,

    Que prazer ler este texto, PARABÉNS, vc disse tudo que nós brasileira(o)s gostariamos de dizer CARA A CARA, principalmente NÓS NORDESTINA(O)S. Você não sabe como fiquei ansiosa nessa eleição, aliás, também fiquei na eleição passada onde “UM GRANDE HOMEM” estava prestes a representar a classe do trabalhador e principalmente o sonho dos mais pobres (LULA, MEU ETERNO ÍDOLO).
    De sábado para domingo mal consegui dormir, queria que chegasse logo a hora de MOSTRARMOS A TODOS QUE DILMA ERA O MELHOR PARA O BRASIL (contribui pela internet – nas discussões, no boca a boca -convencendo o eleitorado de Marina- QUE DILMA MERECIA CHEGAR À PRESIDÊNCIA). Talvez alguns me achem “boba,” ao ler sobre a minha ansiedade, entretanto, aqueles que vivenciaram a DITADURA me entenderão.
    Não vivenciei a época mas, tive pais e professores que me relataram o desespero que viveram… e por ter internalizado tanto sofrimento (certamente se tivesse vivido naquela época seria uma das encarceradas…) aplaudo a todos que se posicionaram contra a DITADURA.
    Tenho a Dilma como HEROÍNA, imagino o que tenha sofrido por conta da sua IDEOLOGIA e, por AMAR AO BRASIL.
    Fiquei muito triste com todas as formas baixas e sem escrúpulos que o PARTIDO DO SERRA, e o próprio CANASTRÃO se dirigiu a ela mas, NÓS O FIZEMOS CAIR POR TERRA(PENSAVA ELE SER DEUS) TEVE QUE SE RENDER À COMPETÊNCIA DA MULHER, REPRESENTADA POR DILMA.
    Estou FELIZ, vivi cada momento da VITÓRIA pois, sabia que estava bem representada e que MEU VOTO NÃO FOI EM VÃO. Contribui para que o BRASIL FIZESSE JUSTIÇA àquela que deve TER COMIDO O PÃO QUE O … AMASSOU, por DEFENDER O NOSSO PAÍS.

    PARABÉNS DILMA, PRESIDENTA DO MEU AMADO BRASIL!!!!
    DEUS TE PROTEJA E ABENÇOE!!!
    Estarás sempre nas minhas orações!!!

    Um beijo para as duas.

  15. Doralice Souza disse:

    Este é só para deixar meu nome completo, o texto anterior foi meu, me chamo DORAILZE SOARES DE SOUZA, NORDESTINA, nascida em Recife-PE, morando altualmente em Salvador-BA, futura advogada (estou prestes a me formar), Pedagoga, Professora, com duas especializações, MÃE e MULHER! Mas, acima de tudo BRASILEIRA!!! Por isso, estou tão FELIZ por DILMA SER A PRESIDENTA DO NOSSO BRASIL!!!

    beijos
    Dora

  16. edson disse:

    heresia comparar essa fantoche de analfabeto com a Joana D’arc…

  17. Leila Brito disse:

    Edson,

    Você não entendeu a ANALOGIA que fiz.
    “Heresia” seria, se eu estivesse comparando a Dilma com a “SANTA” Joana d’Arc.
    Se tem uma coisa que Joana NUNCA FOI é santa.
    A Igreja a MATOU e HIPOCRITAMENTE a SANTIFICOU pelo seu martírio.
    Mas eu comparei as DUAS guerreiras e os DOIS MARTÍRIOS.
    Por um acaso, VOCÊ JÁ FOI TORTURADO?
    Penso que NÃO, pois para contestar minha analogia, com certeza, NÃO SABE o que é a TORTURA (pau de arara, choque elétrico na cabeça e em partes íntimas do corpo, estupros com objetos e por homens, dentes quebrados e arrancados, palmatórias aplicadas em todo o corpo, cadeira elétrica (toda de metal) onde se amarra a pessoa NUA e lhe aplicam choques na cabeça, simulação de afogamento…)
    Então vou dizer: TORTURA = MARTÍRIO.
    E muuuuitos morreram nos porões de tortura da DitaDURA, no Brasil. MUITOS CIDADÃOS INOCENTES.
    Outros sobreviveram. É o caso da PRESIDENTA Dilma Rousseff.
    Nem você nem um parente seu jamais foi torturado.
    Você NÃO SABE o é que isso nem a dor de um parente que tem alguém da família submetido a esse processo MONSTRUOSO.
    Daí seu comentário ABSURDO e absolutamente INFELIZ.

    Profa. Leila Brito

  18. GILBERTO disse:

    Amiga Leila:

    Já que o inquisidor Edson é afeito a palavras “divinas”, não responda, pois estarás “atirando pérolas aos porcos”
    Pela “riqueza” do texto dele podemos deduzir de onde é que ele adquire “tanta sabedoria”.
    E complementando, eu também acho que você tem um “Q” de Joana d’Arc também!
    E viva a República, sem nos esquecer que “a república é filha de Olinda” (10 de novembro de 1710)

    Grande abraço,

    GILBERTO

  19. Para quem teve um pai perseguido pela ditardura, desde a época de Getúlio Vargas, fico triste em saber que algumas pessoas deixem opiniões sem pelo menos pesquisar na história por que algmas pessoas tiveram a coragem e ousadia de desafiar o Regime Militar. Só uma pessoa ingênua ou desonesta para desmerecer que lutou contra o nefasto Governo dos Torturadoress. Parabéns, Leila, pela homenagem feita à nossa presidente e às várias Joana D’arc que lutaram, e que graças a elas temos o direito de falar e expressar nossas opiniões atualmente.

  20. Carlos Alberto Roldán disse:

    Espero que el pueblo brasileño no se deje llevar por la campaña de injurias con que la burguesía de su país atacará despiadadamente a su primera mandatario, y que la apoye en toda política popular y le señale cada error en aquellas acciones que se aparten de tal objetivo. Tener una presidente popular significa cuidarla y marcarle el camino, sin excesos, y atendiendo principalmentea a que los verdaderos enemigos de los gobiernos populares son los injuriosos, calumniadores, conservadores y prejuiciosos. Vale decir: los que manejan la prensa al servicio de las minorías de siempre.
    Fuerza brasileños, y ayudémonos mutuamente en el camino a una única patria latinoamericana independiente y al servicio de las grandes mayorías populares.

    carlos

  21. Sergio Moura disse:

    Adorei a descoberta de que Dilma Roussef era chamada de Joana D’arc por suas companheiras de luta. E o Edson, que não entendeu nada da relação q vc fez…publica o ranço dessa categoria de reacionários demonstrando que aqui na sua página não sabe pensar de outras maneiras…

  22. Sergio Moura disse:

    Quero comentar tbém sobre a relação BELO E FEIO…pois é assunto que me interessa muito nesse diálogo. Goya p. exemplo, Picasso, como vc mesma publica, e diversos outros autores, principalmente artistas plásticos, já se debruçaram sobre essa extraordinária relação. Picasso, qdº retorna da Àfrica, o que aliás marcou sua trajetória e promoveu significativa mudança no movimento da História da arte com o Óleo sobre tela Les demoiselles d’Avignon…e o assunto, pela riqueza de conteúdo, viaja rumo ao infinito. Descobri isso, no início dos anos 90 ao pesquisar sobre CRIATIVIDADE E PROCESSOS CRIATIVOS, tendo como referência o psicanalista Rollo May. Este, praticava a psicanálise, mas tinha sensibilidade e foco nas artes visuais…viajava com grupos de artistas…e recomendo que veja dele MINHA BUSCA DA BELEZA, A CORAGEM DE CRIAR…caso vc não conheça…

  23. Leila Brito disse:

    Caro Sergio…

    Obrigada Sérgio Moura, pelos valiosos comentários sobre os dois textos. Tomei a liberdade de replicar o comentário do post Belo versus Feio no próprio post.
    É um prazer ter você conosco.
    Abraço,
    Leila

  24. Sergio Moura disse:

    AHAHAHAH, Adorei no final da resposta dada ao Edson, o Profa. Leila Brito…em resposta ao ranço odiento…e quem sabe ele aprende!
    Minha Mãe que diria assim: pega leso!

  25. Imagino se alguma coisa mudou depois de tanta trajetória…depois de tanta agonia e depois de tanto tormento. Dilma fizemos nós, construção, elaboração, projeto, esboço e impressão. Com primeiro turno, segundo turno, terceiro turno, tapetão e porrada, se necessário. De defendê-la, cansamos a mão; de ternura a inundamos a cada dia; confiança temos demais. Esperança, é o que não falta. Quando a jogaram aos lobos, voltou com script novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>



= 5 + 4