Crônica de Viagem (V)

Veja também:

5 Comentários

  1. Marilda Oliveira disse:

    Paris, cidade limpa, organizada para ser ‘imagem’ diante de nosso olhar, seus moradores permanecem em seus lares dando lugar aos turistas para se deliciarem de certo mistério… aonde as formas e as cores que envolvem o lugar devem ser organizadas como dizia Monet, de comida fina… levemente adocicada, nostálgica… tudo transformou-se em magia, belo, exuberante pela presença exótica da importante figura de Leila Brito: a filósofa, a poeta, a crítica, fazendo tremer até a figura de Stallone frente a simpatia da fotógrafa mineira de sorriso lindo, que irradia um brilho intenso..

  2. Maria Regina Ruiz disse:

    Ufa! Você está com a corda toda, ou melhor, com a caneta toda…
    Reflete seu encantamento, sem dúvida.
    Parabéns por ter realizado um sonho com muita coragem, já que fora da estrutura de uma excursão de agência.
    Adorei o vídeo.

  3. Leila Brito disse:

    Querida Regina…

    Meu namorado espanhol me disse, quando retornei de Paris, que jamais conheceu pessoa de tamanha coragem para atravessar o Atlântico, chegar ao Mediterrâneo e se aventurar a prosseguir a viagem sozinha. Penso que foi o desejo de realizar o sonho que impulsionou ao risco. Porque, na verdade, arrisquei-me. Felizmente, consegui!

    Bom tê-la por aqui sempre.
    Abraço,
    Leila

  4. Leila Brito disse:

    Marilda…

    Se o Stallone soubesse quem estava à sua frente, certamente, tremeria nas bases… rs

    beijo pra você,
    Leila

  5. Stela Freitas Fernandes disse:

    Olá, Prima! Amei o vídeo Lé France! Achei um barato vc bem em frente o Starloooooonge: ele na esquerda e vc na direita. Karaca! Valeu. bjus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



= 3 + 6